ter. nov 12th, 2019

Caravana Maranhão Quilombola realiza atendimentos a população de 15 comunidades quilombolas de Central do Maranhão

Centenas de moradores de quinze comunidades quilombolas de Central do Maranhão, foram beneficiadas com os serviços prestados pela Caravana Quilombola, realizada nas comunidades Monte Cristo e São Sebastião através de uma parceria entre o governo do Maranhão e a prefeitura de Central.

Para o Prefeito de Central do Maranhão, Ismael Monteiro, é através das parcerias que se consegue construir uma cidade cada dia melhor.

“Essa é apenas uma das muitas ações que estamos buscando em parceria com diversas instituições e com o governo do estado, trabalhamos diuturnamente sempre buscando o melhor para os Centralenses, esse é o nosso maior objetivo como prefeito e filho dessa terra. Eu não irei descansar enquanto não transformar Central em uma cidade melhor para todos nós” garantiu o prefeito.

Fátima Rolland, moradora do quilombo Monte Cristo e gestora da política de igualdade de Central destacou a felicidade das comunidades em receber a Caravana. “Fizemos uma ampla mobilização com os quilombolas para participar desta festa da cidadania que aconteceu nos nossos quilombos, tivemos apresentação cultural, almoço comunitário, muitos serviços para o povo e uma boa recepção para todos”.

A Caravana Quilombola é uma estratégia de ação do Programa Maranhão Quilombola e tem se notabilizado pela grande oferta de produtos e serviços realizados pelo Governo do Estado e prefeitura dentro das comunidades quilombolas, envolvendo todos os outros quilombos do entorno.

Depois de uma ampla mobilização, a semana começou com seminário de formação para a equipe do CADÚnico da Secretaria de Assistência Social do município. Os assessores da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) realizaram a oficina de “Orientações técnicas dos trabalhos com famílias nos territórios tradicionais no âmbito do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF)”.

Nas comunidades de Monte Cristo e São Sebastião, aconteceram os atendimentos à população quilombola, com consultas médicas, testes rápidos de IST/Aids, verificação da pressão arterial, exames de glicemia, saúde da mulher, saúde bucal, atualização dos dados do CAD, expedição de carteira de trabalho e CPF, escutas especializadas, atividades lúdicas para crianças, oficinas e palestras sobre políticas públicas e roda de conversa sobre aproveitamento integral dos alimentos.

José Cerzito Morais, é uma das lideranças das comunidades quilombolas, e fez questão de destacar a importância da caravana para o fortalecimento das comunidades. “Na minha visão, esta Caravana é um fortalecimento das políticas públicas para os quilombolas e para a matriz africana. O resultado é a melhoria da qualidade de vida e do sentimento de pertencimento ao nosso povo”, afirmou.